.Fevereiro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28


.posts recentes

. Manipulação Genética

. A EDUCAÇÃO E AS TIC

. Live Earth - Por um Desen...

. Linguagem Gestual

. POR UMA SOCIEDADE MAIS JU...

. Balanço Positivo

. Navegar Seguro

. Pesquisas na Net

. WebQuest

. Hot Potatoes

.Visitas

Online MBA programs that help students get ahead in their profession
Online MBA Programs

.Música

Sábado, 5 de Maio de 2007

Estratégias de Trabalho Orientado na Web - Viagens Virtuais

 

 

            Na área da Biologia e Geologia são muitas e diversificadas as visitas de estudo ou saídas de campo que se podem realizar. Uma visita ao estuário do Sado para ver os golfinhos, jardim zoológico, oceanário, jardim botânico, Parque Nacional da Peneda do Gerês, Parque Natural da Arrábida, Pedreira do Galinha… e mais um sem número de outras que os programas convidariam a realizar, mas tantas vezes a distância, o cumprimento dos programas, a parte económica e outras razões impedem que as realizemos.

            Todos os docentes conhecem as vantagens de uma saída de campo ou visita de estudo bem organizada. Contactar directamente com os fenómenos e acontecimentos reais que na sala de aula são explorados permite-lhes aplicar os conhecimentos teóricos e, sem dúvida, compreendê-los melhor. A verdade é que é inquestionável que as imagens valem mais do que mil palavras!

            Por essa razão achei de grande interesse as viagens virtuais que podem ser utilizadas como estratégias de trabalho orientado na web substituindo visitas reais quando não há possibilidade de as realizar, preparar as visitas de estudo antes de as realizar, permitindo aos alunos um contacto prévio e abordando e explorando conteúdos que posteriormente serão conhecidos na realidade, relembrar e complementar informação durante a realização da visita de estudo e atrever-me-ia a dizer que, mesmo depois da visita de estudo realizada para relembrar e reforçar os conhecimentos adquiridos na visita de estudo.

            Nem todas as visitas virtuais que se encontram na web são de interesse, no entanto existe um trabalho de pesquisa e selecção que o docente realiza. Existem, no entanto, visitas e roteiros associados a organismos e instituições públicas de grande qualidade científica, gráfica e pedagógica.

            O próprio docente pode criar, individualmente ou com os alunos, um roteiro com sites, vídeos, fotografias previamente seleccionados, onde os alunos obterão toda a informação necessária, permitindo-lhes desenvolver competências e adquirir conhecimentos quer no domínio científico da disciplina, quer no domínio das TIC, quer no que respeita à selecção, análise e síntese de informação, bem como competências de colaboração e trabalho de grupo.

            Esta semana não pude deixar de convidar os mesmos alunos de 9.º ano a visitar virtualmente a exposição “Corpos Humanos em Exposição”, que ainda que polémica recebeu o apoio do Ministro da Saúde, apresentando as suas vantagens pedagógicas.

sinto-me:

publicado por kristina dyaz às 12:35

link do post | comentar | favorito
|

2 comentários:
De dom.bacelar a 7 de Maio de 2007 às 12:19
Muitas são as possibilidades das visitas virtuais....
No teu post referes vários sítios muito interessantes.
Permite-se só que te faça uma sugestão. A equipa que dinamiza o site do Parque Nacional da Peneda Geres tem efectuado um trabalho digno de louvor.

Em http://www.dct.uminho.pt/pnpg/trilhos/trilhos.html pode-se comprovar as virtualidades desta forma de conhecimento


De kristina dyaz a 10 de Maio de 2007 às 09:14
Concordo contigo! Sem dúvida a equipa dinamizadora do site do Parque Nacional da Peneda Gerês tem efectuado um trabalho digno de louvor, que pode ser de grande utilidade para um professor de Biologia e Geologia, permitindo-lhe realizar uma saída de campo virtual ou preparar/planificar possíveis saídas.


Comentar post

.kristina dyaz

.pesquisar

 

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds