.Fevereiro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28


.posts recentes

. Manipulação Genética

. A EDUCAÇÃO E AS TIC

. Live Earth - Por um Desen...

. Linguagem Gestual

. POR UMA SOCIEDADE MAIS JU...

. Balanço Positivo

. Navegar Seguro

. Pesquisas na Net

. WebQuest

. Hot Potatoes

.Visitas

Online MBA programs that help students get ahead in their profession
Online MBA Programs

.Música

Segunda-feira, 28 de Maio de 2007

Bibliotecas Digitais

 

            Frequentemente constatamos que os nossos jovens não têm hábitos de leitura e parece-nos que passam demasiado tempo a ver televisão, a jogar playstation ou a navegar na Internet.

            Os tempos mudaram e as estratégias de motivação das crianças e jovens também têm que ser outras. Potenciar os recursos é o objectivo. Neste momento eles têm à disposição uma enorme quantidade de informação que nós não tínhamos e só precisam aprender a seleccioná-la.

            Infante (2007) refere que, neste momento, os livros estão muito mais acessíveis para quem os quiser ler ou até ouvir, sejam eles grandes clássicos ou os mais recentes best-sellers internacionais.

            Segundo a mesma autora, é possível fazer uma visualização de alguns capítulos da obra, ou parágrafos mais relevantes e, alguns casos, aceder à obra completa. Por vezes aparecem em formato .zip para cópia para o PC.

            Essas obras estão disponíveis através de motores de busca como httt://books.google.com, www.gutenberg.org, www.opencontentalliance.org, http:search.live.com, www.wikibooks.org.

            Existem também algumas bibliotecas digitais portuguesas que podem ser de grande utilidade para os estudantes e investigadores como por exemplo a Biblioteca Nacional Digital (http://bnd.bn.pt) que agrega os conteúdos digitalizados da Biblioteca Nacional ou a Biblioteca do Conhecimento On-Line (www.b-on.pt) que reúne em suporte electrónico as principais editoras de revistas científicas internacionais.

            Neste sentido parece-me que as nossas crianças e jovens só precisam que os educadores os orientem pois a navegação pode levá-los a bom porto.

Referência Bibliográfica: Infante, I. (2007). A Biblioteca Universal da Internet. Exame Informática, 141, 100-101. www.exameinformatica.pt


publicado por kristina dyaz às 11:26

link do post | comentar | favorito
|

.kristina dyaz

.pesquisar

 

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds