.Fevereiro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28


.posts recentes

. Manipulação Genética

. A EDUCAÇÃO E AS TIC

. Live Earth - Por um Desen...

. Linguagem Gestual

. POR UMA SOCIEDADE MAIS JU...

. Balanço Positivo

. Navegar Seguro

. Pesquisas na Net

. WebQuest

. Hot Potatoes

.Visitas

Online MBA programs that help students get ahead in their profession
Online MBA Programs

.Música

Domingo, 22 de Julho de 2007

A EDUCAÇÃO E AS TIC

Num mundo globalizado, onde a difusão da informação e do conhecimento se tornou maciça, onde o desenvolvimento científico e tecnológico se dá de forma acelerada e contínua, não se pode negar a importância das novas Tecnologias de Informação e Comunicação e suas aplicações, assim como as implicações de sua aplicabilidade nos processos educacionais. Neste contexto, é interessante lembrar os princípios que fundamentam as acções no processo educativo e tentar enquadrar os desafios apresentados aos educadores para a utilização crítica das TIC em processos de construção de conhecimento. Tem que se compreender que é fundamental que os educadores utilizem práticas fundamentadas, planeando o processo ensino-aprendizagem, tendo real percepção dos objectivos que elaboram, saibam o que querem que o aluno alcance, pois só assim poderão escolher as metodologias, métodos e técnicas para as práticas pedagógicas avaliando as necessidades, desafios, possibilidades e limitações que surgem com a utilização das TIC. Neste sentido a incorporação das inovações tecnológicas na educação só se justifica se promover a melhoria da qualidade do ensino, possibilitando aos alunos a construção de conhecimentos, não bastando, por isso, que a Escola esteja bem apetrechada, do ponto de vista tecnológico, para que o ensino tenha qualidade, é necessário que se promovam situações e acções mediadoras, de interacção, onde os alunos possam ter a oportunidade de aprender, contribuindo para o seu desenvolvimento. Criatividade, inovação e diversificação das situações de construção do conhecimento são, por isso, os desafios que se fazem ao professor. Também o acesso e a utilização das TIC precisa generalizar-se e nada melhor os alunos acederem-lhes no Ensino Básico. Neste sentido é com bom grado que se vê a iniciativa de atribuir um tempo de noventa minutos ao ensino das TIC, no oitavo ano, começando mais cedo os alunos a desenvolver competências que no seu dia-a-dia se tornam fundamentais.


publicado por kristina dyaz às 21:30

link do post | comentar | favorito
|

.kristina dyaz

.pesquisar

 

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds